quinta-feira, 14 de abril de 2011

PIRENÓPOLIS


Cidade antiga e pequena,
casarões,ruas estreitas,
com suas ladeiras calçadas de pedras,tiradas dos rios,de suas 
pedreiras,
Suas ladeiras contam histórias
passado de glórias e de tradição,
suas igrejas,já centenárias,
levam o povo á devoção!
As cachoeiras são um convite
a todos que chegam,
que querem beleza
e conviver com a natureza!
A brisa que sopra,que emana do rio
nos traz calafrios de felicidade,
Os dias são claros,o sol generoso
povo hospitaleiro,sorriso bondoso
nos olhos brejeiros...
O rio de corredeiras,de água límpida e fria
que mata a sede ardente,
que encanta os olhos,
o clima quente,que atrai visitantes...
Luar delirante banhando seus montes
dias alegres,vibrantes de vida
Feliz é o povo que vive aquí
na calma,tranquila e doce Piri!
Lojinhas bonitas enfeitadas de fitas,
deleite para os turistas
que são muitos,são constantes...
E as pousadas...tão bonitas!
E os doces tradicionais,as típicas comidas,
as festas anuais,
cavalhadas e reisados,
a tradição dos Natais,
o terno das pastorinhas
ninguém esquece,jamais!
O artesanato é fonte de renda
cada pessoa tem sua prenda,
Feirinha ao luar,com pratas e pedras
tão lindas!para enfeitar as moças bonitas que a feira visita
Piri,quem a conhece nunca lhe esquece!
Quem vem visitar,
prefere morar,ficar para sempre
fazendo parte desse lugar!
Dizer com orgulho,batendo no peito:
Sou filho d'aqui e aqui vou ficar,
descobri que Piri é o meu lugar,
Aqui vou viver,aqui é o meu lar!


sscoqueiro    14.04.11

Um comentário:

allan disse...

Boa tarde mamãe, seu poema ficou lindo. E realmente é lá em Piri que vou morar depois de aposentar, meu fim de de vida será naquela maravilhosa calmaria. Te amo, beijos.
Allan

Postagens populares